Soluções no paisagismo

not_4 not_4.1 not_4.2

O projeto paisagístico dos sonhos dos clientes é um desafio constante para os profissionais da área, que sempre estão em busca de tendências para elaboração de espaços ideais, dos mais simples aos mais sofisticados, passando pelos cinematográficos e até geniais, sempre de olho no inusitado. Os Jardins Verticais, por exemplo, tornaram-se febre, exigindo criatividade no uso de materiais. Cerâmicas Green Wall, vasos artesanais, estruturas metálicas, pallets de madeira e dormentes de trem passaram a ser

suportes para acolher a vegetação. Os pneus agora ocupam espaço em jardins, funcionando como vasos para plantas, hortas ou temperos.

Há quase um ano, no Hospital Pelópidas Silveira, no Curado, foi criado um projeto paisagístico para áreas internas que ficam em longos corredores de serviço. Essas “ilhas” de portas, janelas de vidro e paredes brancas tornaram-se coloridas e cheias de vida, encantando pacientes e funcionários. Para o local, era necessária uma alternativa de baixo custo e com conceito de reciclagem.

De olho nos requisitos, foram utilizados pneus de descarte, em diversos tamanhos, pintados com cores frias e aconchegantes para dar um ar mais tranquilo à circulação hospitalar.

Dentro dos pneus foram aplicadas Palmeira Rafis, Palmeira Liquala, Dracena Surculosa, Aglaonema, Imbé limão, entre outras, já que a área, apesar de estar ao ar livre, não recebe muita luz solar. Complementando o projeto, vasos de Tracunhaém resinados e tábuas de madeira de descarte foram posicionados numa ilha junto à emergência.

“O projeto paisagístico

dos sonhos dos clientes

é um desafio constante para os

profissionais da área”

not_4.3

 

Ainda sob a ótica do uso de materiais inusitados, outro item que anda em voga no paisagismo é o alumínio. No recém concluído projeto do Club Bardot, em Boa Viagem, os arquitetos do escritório

A2 sugeriram que as plantas ficassem suspensas para deixar o ambiente mais aconchegante e descontraído sem ocupar espaço. Na casa, os vasos suspensos harmonizam com as luminárias, que se distribuem ao longo do pergolado, com quase 30 m de comprimento.

not_4.4

Segundo o arquiteto Acácio Costa, o projeto exalta os serviços que são oferecidos no espaço. “Por isso, utilizamos uma base neutra com materiais rústicos, como placas de concreto, placas cimentícias e chapiscos de cimento. Dessa forma, as cores dos esmaltes terão mais força, as cores e os aromas dos pratos do bistrô serão mais sedutores e o verde das plantas brilhará ainda mais. Todos os materiais desse projeto são usados em seu estado mais natural possível”.

Para viabilizar o projeto, o artista plástico Paulo Andrade confeccionou trinta cuias de alumínio reciclado, que deixou o ambiente ainda mais charmoso. A vegetação utilizada foi o Rhipsalis (cacto epífita), muito frequente nas árvores de nossa região, irrigado por um sistema de gotejamento, o qual dispara diariamente. O dispositivo está sob uma coberta de policarbonato, que recebe luz solar filtrada. O efeito diurno e noturno ficou muito bom.

Se você quer o jardim dos seus sonhos, procure um paisagista. Ele pode ajudá-lo a concretizar seu projeto.